Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Pesquisa: Distribuição em Meios de Hospedagem!

Caros empresários locais, acaba de sair mais um interessante trabalho sobre distribuição em meios de hospedagem. Ganhar escala e atingir públicos em diversos cantos do planeta é um grande desafio para micro e pequenos meios de hospedagem, sobretudo os instalados em localidades interioranas e rurais. O trabalho desenvolvido pelo Mestre Kleber Silva em Urubici (Santa Catarina), além de colaborar de forma acadêmica com a discussão, apresenta uma série de recomendações para potencializar estes empreendimentos. Meios de hospedagem em situação semelhantes aqui na Amazônia, localizados em zonas turísticas de Alter do Chão, Algodoal, Salinas, Parintins, entre outras, podem se beneficiar destes resultados. Segue um press release da tese (mais informações nos links no final da postagem):

Vista Panorâmica Pedra Furada – Urubici - SC

Analisar as práticas de distribuição de micro e pequenos hotéis no destino de inverno Urubici/SC, é objetivo da dissertação de mestrado intitulada "Canais de distribuição de micro e pequenos meios de hospedagem no destino periférico Urubici/ SC", de autoria do turismólogo Kleber de Oliveira da Silva, defendida no Mestrado em Turismo e Hotelaria da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI).

O que motivou o pesquisador a realizar tal investigação foi a existência de muitos estudos tratando da realidade de distribuição de redes hoteleiras, enquanto pouco é conhecido sobre as percepções de proprietários de pequenos hotéis. Empresas de menor porte possuem características inerentes a sua estrutura operacional, que fazem com que uma análise e tratamento diferenciado sejam necessários. No estudo são destacados fatores relacionados às condições socioeconômicas do destino, que influenciam direta ou indiretamente na estrutura de distribuição das empresas investigadas.

A pesquisa oferece um retrato das características do setor hoteleiro da cidade de Urubici, possibilitando sua aplicabilidade em projetos de profissionalização do setor e aumento de competitividade do destino. Também se destaca o pioneirismo do trabalho em analisar a realidade de micro e pequenos meios de hospedagem, representando assim, uma importante referência para futuras pesquisas que venham analisar a realidade de diferentes destinos turísticos no Brasil.

O pesquisador realizou entrevistas com 19 proprietários de meios de hospedagens, que em sua maioria são de administração familiar e possuem em média 12 unidades habitacionais. Os resultados da pesquisa mostram que a estrutura de distribuição das pousadas e hotéis analisados em Urubici tende a ser simples e baseada predominantemente em vendas diretas, com destaque para a utilização da internet e indicação (boca a boca) como principais meios de captação de clientes. Apesar de todos os empreendimentos possuírem anúncios online, seja em site oficial, terceirizado ou redes sociais, contudo é muito baixo o emprego de estratégias mais elaboradas de marketing visando o incentivo do consumidor a efetuar a reserva.

De acordo com a pesquisa, essa situação decorre de diferentes fatores, dentre os quais a falta de compreensão do real potencial de vendas do negócio, aliado a certa confiança dos proprietários de que somente a manutenção de uma página na internet e as indicações de clientes já é suficiente para a captação de clientes.

No que se refere a utilização de canais indiretos, verifica-se que os empreendimentos investigados não são dependentes de intermediários para distribuírem seus produtos. A pequena participação de canais indiretos também é reflexo da pouca iniciativa comercial dos empreendedores em buscarem ativamente por parcerias, principalmente agências tradicionais em mercados consumidores. Muitos empreendedores são relutantes em aceitar o pagamento de comissões.

A pesquisa também revela a existência de empreendedores que já tiveram parcerias com OTA’s, mas que desistiram da parceria principalmente pelo volume de mensagens e emails enviados por essas empresas e pela falta de tempo dos hoteleiros na dedicação diária aos sistemas de gerenciamento de reservas.

O estudo também mostra que as condições socioeconômicas afetam a estrutura de distribuição, dentre os fatores estão a dificuldade na contratação de mão de obra qualificada, infraestrutura de telecomunicações deficiente, baixa vitalidade econômica na região, que influenciam na existência de um baixo nível de inovação na localidade.

O estudo finaliza com um conjunto de recomendações para os empreendedores e gestores públicos tais como: o estabelecimentos de representações comerciais em mercados consumidores prioritários; elaboração de pesquisas de mercado; programas de capacitação permanente de empreendedores.

Para mais informações acesse:

Pesquisador: kleber.silva1@hotmail.com

Tese e seus resultados:

http://pt.slideshare.net/esmiscrino

https://www.academia.edu/7436048/Canais_de_Distribuicao_de_Micro_e_Pequenos_Meios_de_Hospedagem_no_Destino_Periferico_Urubici_SC

Fotos de Urubici: http://www.santur.sc.gov.br/imagens/category/130-urubici.html


Postar um comentário