Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sábado, 2 de abril de 2011

Saída para o Pacífico exige guias de turismo qualificados

Um projeto conjunto para qualificar guias de turismo de Rondônia e do Acre com apoio dos governos desses estados é a proposta do Sindicato dos Guias de Turismo de Rondônia. A entidade acredita no crescimento das oportunidades de trabalho nesse setor, a partir da integração turística entre os dois estados e a região andina peruana e boliviana. Para o sindicato, é fundamental que o guia de turismo tenha completo domínio das principais informações a serem transmitidas. “O conhecimento específico precisa ser transmitido ao turista de forma clara, objetiva e adequada ao perfil do cliente”.
A proposta é viável, mas requer rápida apreciação, alerta a vice-presidente e secretária da Federação Nacional dos Guias de Turismo, Ana Lúcia Cunha da Silva. O documento também foi entregue recentemente ao superintendente de Turismo, Julio Olivar, e a Jaime Gazola, do Conselho de Turismo.

A turismóloga e guia regional Maria Auxiliadora Lima da Silva, por sua vez, divulgou a consulta feita ao secretário estadual de Cultura, Francisco Leilson, a respeito dessa qualificação. “Queremos destacar a importância de sensibilizar o profissional para as políticas públicas pensadas para a gestão do turismo no próximo quadriênio, conscientizando-o do seu papel, não apenas como profissional atendendo a um cliente, mas como membro de uma comunidade e parte ativa da construção/fortalecimento da identidade e imagem do destino turístico no qual se insere”.
“No âmbito nacional, no tocante à Região Norte temos alguns projetos que poderiam ser executados conjuntamente entre dois ou mais Estados. Com a pavimentação da Transoceânica que ligará a Amazônia Brasileira com a Amazônia Peruana, Andes e Pacifico, teremos muitas oportunidades de roteiros integrados, principalmente entre os estados do Acre e Rondônia, no entanto precisamos firmar parcerias para a efetiva padronização das informações e conhecimento dos roteiros”, reivindica a entidade.

Colaboradora: Turismóloga Maria Auxiliadora, de Porto Velho, Rondônia. Edição Fabio Romero
Postar um comentário