Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Rota Belém - Bragança!

Uma nova rota turística esta nascendo no Pará, Belém - Bragança. A rota deve movimentar vários municípios e potencializar diversas atrações:

Bragança e Tracuateua aderem à nova rota turística do Pará
O secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, esteve conversando com prefeitos, secretários municipais, empresários e lideranças dos municípios de Bragança e Tracuateua, nesta terça-feira (29), angariando apoio para a nova rota turística Belém-Bragança, que irá dinamizar a economia local e contribuir para o desenvolvimento da região turística Amazônia Atlântica.
Os treze municípios que compõem a PA-242, que liga a capital paraense a Bragança, devem assinar o termo de adesão de participação e reconstrução da rota baseada na antiga estrada ferroviária que marcou parte da história econômica do estado do Pará.
Em Bragança, a apresentação foi feita no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas da cidade. Na presença do prefeito bragantino, padre Nelson Magalhães e demais atores do setor, Adenauer falou da importância da implantação do sistema que recupera o antigo trajeto Belém-Bragança como forma de beneficiar a comunidade, o turismo local e a economia dos municípios envolvidos, além de ser um percurso alternativo, rico em atrativos naturais. A equipe técnica da Secretaria Municipal de Turismo de Bragança, coordenada pelo secretário Fagner Yanomani, se comprometeu em colaborar com o processo.
Vale destacar, que a construção da Rota Turística Belém-Bragança é baseada em estudos e dados relativos ao setor produtivo direto do turismo e do potencial econômico da região. O projeto terá o apoio do Programa Estadual de Qualificação do Turismo (PEQTur) e do CredCidadão para o fomento das atividades produtivas ao longo do percurso.
Após Bragança, Adenauer Góes esteve reunido também com o prefeito municipal de Tracuateua, Aluizio de Souza Barros. “A idéia é que o fluxo que passa pela BR possa ser desviado para os atrativos dos municípios, através da sinalização turística, promoção e divulgação da rota, e informações disponibilizadas a partir de aplicativos móveis, que servirão para estimular e motivar as pessoas a conhecerem esses destinos. Então, estamos falando de negócios como restaurantes, cerâmica, artesanato, balneários com infraestrutura de serviços, que poderão se beneficiar diretamente com um tempo de permanência maior dessas pessoas em seus municípios, através da rota”, conclui Adenauer Góes.
Com informações de Márcio Borges (Ascom Bragança)



Texto: Israel Pegado – Setur/PA
Fotos: Márcio Borges (Ascom Bragança)
Postar um comentário