Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Programas de fidelização: mexendo no vespeiro!

Após milhares de reclamações, os órgãos de proteção ao consumidor de todo o Brasil estão começando a se mobilizar para dar mais transparência e clareza aos programas de fidelização das companhias aéreas. Recentemente, na central de atendimento da Gol, ouvi as seguintes informações da atendente "não adianta ligar para Anac, pois não tem nada haver com eles", "o smile apesar de ser da Gol, são empresas diferentes", ou seja, caso não consiga resolver com eles, só reclamando no Procon (Tive que reclamar no site Reclame aqui para ser atendido). A ANAC também diz que não tem nada haver com a questão dos programas de fidelização. A TAM mudou as regras do programa, aumento o valor dos resgastes para 15 mil pontos na América do Sul e encontrar trechos por menos de 10 mil milhas anda bem difícil. Na Azul o difícil é acumular créditos suficientes, uma vez que os pontos inspiram muito rápido (não recomendo). Vamos ao post do Panrotas:

A Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON), vinculada ao Ministério da Justiça, notificou 29 empresas de diferentes áreas, entre elas a aviação civil, para prestar esclarecimentos sobre seus programas de fidelidade e de recompensa. As notificações foram motivadas por reclamações de consumidores. A Senacon, por sua vez, promete avaliar o funcionamento de cada um dos programas e as regras adotadas pelas empresas.

Na área de aviação civil foram notificadas as empresas Avianca, Azul, Gol e Tam, além dos programas Dotz e Multiplus. Segundo a Senacon, os Procons de todo Brasil receberam reclamações sobre as mudanças nas regras, dificuldade para resgate de pontos e mudanças nos produtos oferecidos como prêmio. A Senacon quer saber como o consumidor tem acesso ao saldo de pontuação, quais são as limitações e restrições para usar a pontuação adquirida e como os consumidores são informados sobre as alterações nos programas.

As notificações foram enviadas nesta semana. As 29 empresas, entre elas as citadas acima, têm dez dias para esclarecer os procedimentos adotados em relação aos consumidores.

Postar um comentário