Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Low Cost ou Tradicional!?

Depois de fechar o segundo trimestre com prejuízo de quase R$ 1 bilhão, a TAM reduziu de quatro para três o número de comissários a bordo em um terço dos seus voos domésticos. Em maio, a Gol havia feito o mesmo em parte da frota.

A iniciativa vale desde o início de setembro para todos os voos operados com o Airbus A319, avião que faz, por exemplo, rotas que ligam Congonhas aos aeroportos de Florianópolis, Curitiba e Confins (Minas Gerais). O A319 tem capacidade para 144 passageiros. Segundo dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), 32% dos voos da TAM dentro do território brasileiro usam esse tipo de aeronave.

A companhia decidiu diminuir a quantidade de comissários baseada em uma regra de 2010 da Anac que autoriza o uso de um comissário para cada 50 passageiros em algumas aeronaves. A prática é adotada no exterior, especialmente por companhias de baixo custo. No Brasil, a Webjet foi a primeira a obter autorização para usar três comissários, em novembro de 2010.

PREJUÍZO: "A mudança não interfere no nível de serviço e segurança praticados pela companhia e proporciona maior eficiência e rentabilidade às operações", disse a TAM em comunicado à imprensa. A companhia teve prejuízo de R$ 928 milhões no segundo trimestre deste ano.

Em 2011, a companhia disse à Folha que, mesmo habilitada a usar três comissários em alguns dos seus aviões, usava "quatro profissionais a bordo para melhor atender aos passageiros".

Segundo a TAM, não haverá cortes de comissários. "Os comissários que foram realocados nessa operação estão sendo absorvidos pela chegada de mais aeronaves e também pelo início, em breve, de novos voos." O Sindicato Nacional dos Aeronautas é contra a redução de comissários, por avaliar que há prejuízo à segurança operacional.

Fonte: http://www1.folha.uo...-dos-voos.shtml, via Contato Radar.

Comentários: Qualidade x prejuízo x discurso! Uma conta difícil para a maioria das empresas, ainda mais num mercado bastante competitivo como o aéreo. Minha avô, muito sabia, dizia o seguinte: antes parecer do que ser, do que ser e não parecer. Em outras palavras, o efeito mercadológico de parecer ter qualidade é mais importante que o fato em si. A Tam, de fato, possui um serviço superior ao da Gol, mas apenas em alguns aspectos, no mais, não somente a Tam, mas as companhias aéreas tradicionais tendem a seguir medidas geradoras de economia das concorrentes low costs. As questões econômicas são determinantes para a maioria das empresas, no caso da Tam, ocorreu o esperado, afinal são 30 aeronaves A319 voando no Brasil, com um comissário a menos por aeronave, a economia é bastante significativa. O que ainda não ocorreu é uma declaração bastante oportuna nestes casos, até imaginei "visando diminuir nossos custos e oferecer as melhores tarifas aos nossos passageiros/clientes, estamos reduzindo o número de comissários a bordo de nossas aeronaves, sem prejuízo ao nosso reconhecido padrão de qualidade".
Postar um comentário