Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Tendências: Internet nos navios!

O título do post não parece comtemporaneo, mas assim como nos aviões, nos navios ainda há uma dificuldade logística de levar o sinal de internet de qualidade a preços razoáveis. Uma das grandes lacunas tecnológicas dos maiores navios de cruzeiros do mundo é justamente o acesso a internet. Os sinais de mudança começam com o maior navio de cruzeiros do mundo, o Oasis of the Seas, da Royal Caribbean International, que virá a bordo com conexão de internet ultra-rápida. A internet com maior velocidade estará disponível a bordo do navio no inverno de 2013, e permitirá, assim, aos passageiros a interação com o mundo com uma velocidade muito superior. A internet é considerada uma das últimas barreiras dos navios de cruzeiro, que ainda hoje contam com sinal muito ruim, levado aos navios por satélite, mas bastante inferior ao encontrado em terra, e com velocidade consideravelmente ruim. O Presidente geral da companhia, Adam Goldstein, afirmou que: "A Royal Caribbean comprometeu-se em fazer das férias dos nossos clientes cada vez mais contemporâneas, e isso passa também pelos avanços tecnológicos que oferecem as conveniências modernas que os nossos hóspedes também desfrutam em terra". O projeto da Royal é uma parceria com a O3b Maritime que será responsável pelo upgrade da internet a bordo do navio. O Oasis of the Seas, construído em 2009 é desde então o maior navio do mundo, com 360 metros de comprimento, 225mil toneladas, e capacidade para 6.400 passageiros.

Resta saber se virá a preços competitivos. A internet é uma das grandes ferramentas de comunicação no mundo contemporaneo, mas apresenta valores elevados para quem está num navio, num avião ou mesmo usando um celular fora do país. Recentemente, estava viajando por Portugal e recebi uma "oferta" de uma operadora de celular do Brasi: trafegar na internet no meu celular a R$ 28,00 por mega trafegado, ou seja, pagar por um mega o que você pagaria por um mês de internet ilimitada local. Um pouco de mais!
Fonte: http://worldcruises1.blogspot.com.br/, com edição de e contribuições de Fabio Romero.
Postar um comentário