Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Belém - Lisboa - Belém direto pela TAP!

A notícia, em meio a esta crise, é para ser celebrada, ainda mais com Belém completando 400 anos de história. A companhia aérea portuguesa TAP, após recente privatização, anunciou muitos planos para 2016, entre a criação de novas rotas e a novíssima TAP Express que realizará voos regionais e intra europeus, substituindo a Portugália; a empresa confirmou a manutenção dos voos para a Amazônia, tornando a frequência para Belém direta. A partir de 31 de março, as operações da TAP na rota para Lisboa serão as seguintes (Fonte: blog uz7spotting.com.br):

TP42 - às terças, quintas e sábados - LIS 12h45 - BEL 16h45 - A332 (274 passageiros)
TP43 - às terças, quintas e sábados - BEL 19h45 - LIS 07h15 (+1) - A332 (274 passageiros)

Ou seja, a partir de março, os voos ligando a Amazônia ao continente Europeu serão diretos a partir de Belém, consolidando a rota Lisboa - Belém - Lisboa e tornando a capital paraense um pequeno hub de conexões para muitas cidades amazônicas. Apesar da perda do voo direto para Manaus (Amazonas), os horários operados pela TAP possibilitaram conexões imediatas para todas as cidades amazônicas, com destaque para Macapá, Santarém e Manaus; além da maranhense São Luís, já na região Nordeste.

Lembramos que os voos da TAP diretos para Lisboa são as melhores opções de conexão para quase todo o continente europeu. O voo a Lisboa chega por volta das 7h da manhã o que possibilita dezenas de conexões imediatas para Londres, Roma, Paris, Bruxelas, Amsterdam, Barcelona, Madri, entre outras; além de destinos como Dubai e Doha no Oriente Médio. O voo de retorno a Belém chega por volta das 17h, o que permite voos imediatos para Santarém, Manaus e Macapá. Ótimas opções de viagem para todos!

O majestoso Airbus A330 da Tap que cumpre o voo Lisboa - Belém - Lisboa: 7 horas na ida e 8 horas na volta, com opções excelentes de conexão para a Amazônia e Europa.
Postar um comentário