Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Marajó: acesso precário para Soure e Salvaterra!

Quando comecei minha formação em Turismo pela Universidade Federal do Pará ouvia que "em breve o Marajó receberei um transporte de qualidade para atender a população e aos milhares de turistas anuais que a ilha recebe". Passaram-se 17 anos, um novo aeroporto, centro de convenções, novas atrações, um novíssimo terminal hidroviário, mas as empresas que exploram a linha continuam presas ao século passado. É impressionante a falta de perspectivas das empresas que exploram as linhas para os municípios de Soure e Salvaterra: barcos velhos, profissionais despreparados, falta de conforto, lanches de má qualidade, sujeira, banheiros sujos, etc. A população que usa o transporte diariamente merece respeito. Ao longo destes anos, a única melhoria foi no acréscimo de horário, com mais uma frequência diária em cada sentido e os novos portos do Camará e Belém, o que melhorou as condições de embarque e desembarque.

A pergunta que fica no ar é porque estas empresas prestam um péssimo serviço de concessão pública e nenhum órgão público é capaz de impor melhores condições de prestação de serviço a população? Outra pergunta: se estas empresas alegam que a linha é deficitária e são incapazes de oferecer um produto/serviço de melhor qualidade, por que não largam o osso? Vejamos outras questões que impedem a melhor exploração das belezas e potencial econômico do Marajó.

Apesar de Belém ter um moderno Terminal Hidroviário, as operações para os municípios de Soure e Salvaterra são feitas em barcos precários, sem nenhum conforto para os viajantes locais e turistas.

Para alguns municípios, como Ponta de Pedras, há vários anos a linha é feita com lanchas rápidas. 

Um dos barcos que fazem a linha entre Belém e Salvaterra - Porto do Camará. A aparência da embarcação é terrível, sem contar as sanefas azuis em períodos chuvosos. 

O outro navio que também realiza a linha diariamente é um pouco melhor, mas com cadeiras desconfortáveis, barulhento e com lanches de baixa qualidade.

O navio Soure navegando em frente a Estação das Docas a caminho do Marajó!

Precisamos pressionar os deputados e prefeitos da região pela melhoria da prestação de serviço, essencial para o desenvolvimento social e econômico do Marajó.
Postar um comentário