Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Redução de cruzeiros na Amazônia!

Conforme apontado no estudo desenvolvido no âmbito da Tese de Mestrado da Universidade de Aveiro em Portugal, em 2009, a pouca infraestrutura e os elevados custos operacionais contribuíram para uma redução de cruzeiros na Amazônia na temporada 2013/2014 com fim neste mês de maio. Mesmo com a inclusão de novos destinos, como Macapá, a queda foi abrupta, de mais de 20%. Além destes fatores, pesa o reposicionamento global dos grandes operadores de cruzeiro que deslocaram parte de suas operações para mercados novos, como o asiático; e menos problemáticos, como o europeu e caribenho. 

Apesar do otimismo das autoridades amazonenses, o fato é que a competitividade amazônica é baixíssima, com sérias ameaças a segurança dos viajantes, sem falar da absoluta falta de qualidade, com passageiros sendo recebidos onde são movimentados contêineres, peixes e todo tipo de carga. Sem contar um fator importante, os destinos de cruzeiros estão completamente desarticulados, quem visita a Amazônia abordo de um cruzeiro não vai apenas para Manaus, tem Parintins, Santarém, Macapá e Belém pelo caminho.

Precisamos urgentemente articular os destinos turísticos amazônicos. Acompanhe a reportagem do G1:

O número de transatlânticos que atracaram em Manaus na temporada de cruzeiros, iniciada outubro de 2013 e que segue até maio deste ano, registra redução em relação ao volume de grandes embarcações que trouxeram turistas estrangeiros para capital na temporada anterior. Na temporada passada 30 navios estiveram na capital, enquanto 15 embarcações atracaram durante a atual alta estação de cruzeiros. Deficiências da infraestrutura portuária e a própria disputa entre destinos turísticos são apontadas como fatores na queda. O Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus estão realizando ações para reverter o quadro e atrair mais turistas.
Até maio deste ano 17 mil turistas estrangeiros de diversas nacionalidades, entre alemães, ingleses, americanos, holandeses, espanhóis, italianos e franceses devem passar por Manaus. A previsão é que o volume de navios desta temporada de cruzeiros seja de 19 navios. O número é menor se comparado a temporada 2012/2013. A infraestrutura portuária oferecida em Manaus atualmente é um dos fatores que causam a desaceleração do setor turístico, de acordo com a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur). Na área central da cidade, os turistas nacionais e estrangeiros ainda disputam o mesmo espaço com desembarque de cargas. Obras de melhorias do Porto de Manaus deveriam ter iniciado em março de 2013 e concluídas em maio deste ano. Entretanto, os serviços não foram iniciados ainda até o momento e os projetos não serão executados antes da Copa. A reforma e ampliação foram suspensas pela justiça devido a problemas na licitação.
Porto de Manaus ainda aguarda reforma e ampliação (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Porto de Manaus ainda aguarda reforma e ampliação (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

O chefe de promoção turística da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Leonardo Novellino, disse que a redução do número de embarcações da temporada de cruzeiros também é uma oscilação natural do segmento. Segundo ele, a disputa entre os destinos turísticos nacionais e internacionais provocam a variação a cada temporada.
“A indústria do turismo é muito importante e dinâmica. Há uma concorrência muito grande. Em poucas décadas se descobriu que o turismo é rentável e de baixo impacto ambiental. Os países emergentes e os tradicionais estão investindo em turismo. Essa variação de visitantes existe e estamos monitorando. A infraestrutura do porto quando cai consequentemente reduz o número de turista, mas o quadro está sendo revertido”, explicou Leonardo Novellino.
A divulgação dos atrativos turísticos da cidade e a revitalização do Centro Histórico são principais focos da estratégia para atrair os visitantes estrangeiros. As mudanças na Avenida Eduardo Ribeiro e a reinauguração do Mercado Municipal Adolpho Lisboa estão os destaques divulgados em eventos fora do Brasil. O governo do estado e a Prefeitura de Manaus têm promovido ações em feiras internacionais, dentre elas, a 26ª Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) em Portugal e a 30ª Cruise Shipping Miami nos Estados Unidos.
“Temos a missão de alavancar o turismo na cidade. Essa parceria entre o governo do estado e a prefeitura era tudo que precisávamos. Juntos para que possamos captar mais turistas, que movimentam a economia ao usufruir dos nossos atrativos turísticos. A prefeitura que investir no mercado asiático que tem crescido cada vez mais”, enfatizou o diretor chefe de promoção turística da Manauscult.
Até fim da temporada 17 mil turistas terão passado por Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Até fim da temporada 17 mil turistas terão passado por Manaus (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Receptivo diferenciado
Somente neste fim de semana mais de 1.600 turistas desembarcam no Porto de Manaus. Na manhã desta sexta-feira (14), o navio Minerva trouxe 509 pessoas, entre passageiros e tripulantes.
Profissionais de turismo da Manauscult e da Amazonastur começam a auxiliar os turistas logo na área de desembarque do Porto de Manaus. Folhetos com informações sobre a cidade e souvenires, como por exemplo, colares de sementes são distribuídos aos passageiros. A ação no Porto de Manaus é resultado da parceria entre a Prefeitura de Manaus, Governo do Amazonas e o empresariado manauara do segmento de turismo.
Ao desembarcar em Manaus, o turista inglês Allan Nickols disse que espera encontrar coisas bonitas e vê os atrativos da cidade. “Foi o navio que me trouxe, mas espero conhecer um pouco da cultura e da história local”, revelou. Já a Silvia Bedovelle, cantora inglesa que trabalha no navio Minerva, contou que pretende conhecer a ópera e descobrir a cultura de Manaus. Depois de percorrer vários países e alguns estados brasileiros, a cantora visita pela primeira vez a capital amazonense. “Passamos por Buenos Aires, Montevidéu, Rio de Janeiro, Salvador e agora Manaus, que a finalização da nossa viagem”, disse.
No próximo domingo (16), o transatlântico Maasdam trará 1.800 pessoas, sendo aproximadamente 1.300 passageiros e 500 tripulantes.A maioria dos visitantes que desembarcam em Manaus em transatlânticos são norte-americanos.
Os visitantes são responsáveis por movimentar restaurantes, hotéis e pousadas, além de aquecer vários ramos do setor de serviços da capital e cidades da região metropolitana de Manaus.

Fonte: http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2014/03/temporada-de-cruzeiros-tem-reducao-de-navios-que-passam-por-manaus.html
Postar um comentário