Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

domingo, 26 de janeiro de 2014

Turismo Rodoviário - novas atrações e irregularidades!

O Turismo Rodoviário ainda tem muito a crescer em nosso país, tanto em volume quanto em profissionalização. Quase não há estudos sobre este tipo de turismo no Brasil, sobretudo dos inúmeros grupos que cortam as estradas nacionais e internacionais em excursões curtas ou até de várias semanas, como as que partem de Belém em roteiros denominados de quatro bandeiras, no qual os participantes seguem até Bariloche, na Argentina. Contudo segue algumas questões passíveis de reflexão com base no mercado paraense:
 
Muitas excursões piratas, com organizadores e guias ilegais, saem diariamente pelo país às vistas de autoridades e consumidores indefesos. Este "tipo" de turismo usa uma parte da rede legal da atividade, como Transportadoras e Hotelaria que deveriam também exigir legalidade de quem contrata seus serviços. Que tal as transportadoras exigirem o Cadastur de quem organiza a viagem? Que tal hotéis s[o fornecerem cortesia a Guias de Turismo credenciados?
Na foto acima, uma das dezenas de excursões que Belém recebeu em 2013. Neste caso, o tour está sendo feito sem guia local. 

Eticamente, o Guia de Turismo tem um papel fundamental na sustentabilidade da atividade turística, pois o mesmo deve valorizar os monitores locais em atrativos urbanos e rurais, como nesta visita ao Forte do Presépio em Belém.

Visita ao parque naturalístico do Mangal das Garças em Belém, mais uma vez a presença do monitor foi fundamental para a melhor compreensão do atrativo turístico. Notem o mesmo devidamente identificado na parte superior da foto.

O Guia de Turismo também pode ser responsável pela inserção de novos atrativos num roteiro, graças ao seu conhecimento local ou à contratação de um profissional na localidade visitada. Neste exemplo, inserimos no roteiro a nova orla de Belém, desconhecida pela organizador na época da montagem da programação. O principal beneficiário foi o viajante.
 
A presença de uma Guia de Turismo Regional é fundamental em atrações que não possuem uma monitoria interna regular, como o Museu Paraense Emílio Goeldi. Muitos turistas que visitam o Mercado do Ver-o-peso e o próprio Emílio Goeldi avaliam as atrações como desinteressantes quando não estão acompanhados de um "intérprete". Algumas atrações para serem melhor conhecidas precisam ser "apresentadas" por alguém da região. Neste sentido, o Guia faz um excelente papel, interpretando a cultural e natureza locais para os visitantes. 
 
Visita ao Aeroporto Internacional de Belém. Muitos devem estar estranhando, mas isso também pode ser uma atração turística, afinal existem milhares de amantes da aviação pelo mundo.
 
Tradicionais atrações turísticas, como o Distrito Cerâmico de Icoaraci, apesar da falta de investimento no poder público, mantem-se nos roteiros de visitação de Belém, graças as parcerias comerciais entre os artesões, Guias de Turismo e taxistas.

Postar um comentário