Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sábado, 7 de julho de 2012

Para os portos amazônicos nada!

O governo federal, por meio da Secretaria de Portos, liberou R$ 581 milhões para o pagamento de obras que já estão em andamento ou em processo licitatório. O decreto que permitiu o aumento de capital social da Companhia Docas de sete Estados foi publicado na última terça-feira, no Diário Oficial da União. Segundo a Secretaria de Portos, entre as obras que receberam os recursos estão os terminais de passageiros dos portos de Salvador (R$ 18 milhões), Fortaleza (R$ 79,5 milhões) e Natal (R$ 30,5 milhões). Também estão na lista a construção de três píeres de atracação no Porto do Rio de Janeiro, que receberá R$ 133 milhões, e o alinhamento de cais no Porto de Santos, com R$ 79,9 milhões.

Pelo decreto, o governo autoriza o aumento do capital social com a emissão de novas ações, mediante créditos da União consignados no Orçamento Geral. Os maiores valores são para a Companhia Docas do Rio de Janeiro, com aporte máximo de R$ 228,8 milhões e a Companhia Docas do Estado de São Paulo, até o montante de R$ 129,9 milhões. O aumento de capital deverá ser aprovado por assembleia geral de acionistas.

Fonte: Agência Brasil.

Comentários: Para os portos amazônicos nada! Creio que vamos esperar ainda mais de uma década até possuirmos melhor estrutura em nossos portos para receber passageiros de cruzeiros, além de oferecer melhores serviços aos usuários atuais. Santarém, Marajó, Manaus, Macapá e Parintins são cidades que possuem importantes fluxos locais e turísticos de passageiros e possuem portos precários. Atenção senhores governantes!
Postar um comentário