Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sábado, 29 de outubro de 2011

População na Amazônia

Caros leitores e visitantes, mas um post de atualização da população na Amazônia:

Região Norte: somente estados da Região Norte = 15.864.454
Pará: 7.581.051
Amazonas: 3.483.985
Rondônia: 1.562.409
Tocantins: 1.383.445
Acre: 733.559
Amapá: 669.526
Roraima: 450.479

Amazônia Brasileira: Região Norte + Maranhão + Mato Grosso = 25.474.365
Maranhão (Nordeste): 6.574.789
Mato Grosso (Centro-Oeste): 3.035.122

Cidades e capitais mais populosas:
Manaus: 1.802.014
Belém: 1.393.399
Ananindeu (Região Metropolitana de Belém): 471.980
Porto Velho: 428.527
Macapá: 398.204
Boa Vista: 284.313
Rio Branco: 336.038
Palmas: 228.332

Maiores concentrações populacionas da Amazônia:
Região Metropolina de Manaus - 8 municípios (Manaus, Iranduda, Presidente Figueredo, Nova Airão, Careiro da Várzea, Preto da Eva, Itacoatiara e Manacapuru): 2.106.866
Região Metropolinata de Belém - 6 municípios (Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Santa Barbara e Santa Izabel): 2.101.883
Região Metropolina de Macapá - 2 municípios (Macapá e Santana): 509.883

Observações:
- A criação de Regiões Metropolinas é uma prerrogativa estadual com base em critérios técnicos, contudo cabe algumas ressalvas. Na Região Metropolitana de Manaus existem municípios a 176 km da capital, como Itacoatirada, ou seja, um pouco distantes para estarem já em conurbação. Sendo assim, parte da inserção de municípios ou não passa por aspectos políticos e estratégicos para facilitar o acesso a recursos, o que, em si, não está incorreto. Na Região Metropolitana de Belém foi inserido recentemente o município de Santa Izabel, a 35km do centro da capital, com linhas urbanas e extensa área urbanizada entre as duas localidades, mas não estava inserido na Região Metropolitana de Belém.

Número de Municípios:
Pará: 143
Tocantins: 139
Amazonas: 62
Rondônia: 52
Acre: 22
Amapá: 16
Roraima: 15

Fonte: IBGE 2011, base 2010. Disponível em www.ibge.gov.br
Postar um comentário