Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

domingo, 19 de setembro de 2010

Praça da República, retrato da falta de políticas públicas

Um dos logradouros públicos mais famosos de Belém, no Pará, vive dias de abandono. Antôni Lemos, Intendente de Belém, nos idos períodos da borracha, a chamada Bèlle Èpoque, quando a praça sobre uma ampla urbanização, estaria chocado com tamanho abandono. A praça ganhou os contornos atuais a mais de 100 anos, ganhando poucas modificações significativas, mantendo seu traçado atual, sempre foi palco de manifestações culturais importantes, como o arrastão do Boi, tão característico do período do Círio de Nazaré. Porém, nos últimos anos, não tem resistido a imcompetência e o descaso do poder público. Vejamos os principais problemas:
- Ocupação desordenada das calçadas e dos gramados, com vendedores de toda ordem, sem higiene;
- Gramados mal cuidados, quase inexistentes em alguns locais;
- Manutenção inadequada: muito lixo, vazamentos de água, rede de drenagem entupida, lâmpadas queimadas, etc.;
- Manutenção péssima do calçamento: vejam pelas fotos o que a última empresa fez no calçamento da praça (pedras irregulares, sem padrão de cor e relevo, etc);  

Foto 1: O calçamento já teve dias melhores

Foto 2: Parece uam praia, com tanta areia no calçamento
(Clique nas fotos para ampliar)
Fotos: Arquivo Pessoal, Fábio Romero
A "rambla" dos beleneses e visitantes, aos domingos, está abandonada. O Complexo da Praça da República (Praça da Sereia, República e Parque João Coelho) é um importante referencial de nossa organização urbana e turística, com o imponente Teatro da Paz, ao centro, ponto de passagem para diversas atrações da cidade, espaço de cultura e lazer, em frente a um dos melhores e maiores hotéis de Belém... bem, motivos não faltam para um melhor cuidado com o local.
Postar um comentário