Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Fórum Panrotas: Tendências do Turismo 2010 – resumo para os leitores do blog

Caros leitores, a 8ª edição do Fórum Panrotas: Tendências do Turismo tem se consolidado como um dos maiores espaços de discussão e repercussão das tendências do turismo no mercado nacional e internacional, tanto para os mercados emissivos quando receptivos. Abaixo, segue um resumo dos principais assuntos e momentos do evento:

1º Dia: Política e Tendências
- O primeiro dia foi marcado por dois momentos políticos: a palestra do Ministro do Turismo: Luiz Barreto e apresentação parlamentar da Comissão de desenvolvimento Regional e da Comissão de Turismo e Desporto. Ainda não entendo porque se mantém estas comissões de turismo junto com desporto? Estes dois momentos foram nitidamente entediosos, com exceção da abertura, feita pelo Ministro do Turismo, a palestra das duas comissões teve uma sensível baixa de participantes;

- Os dois momentos vibrantes, com plenária lotada, foram:
1. A nova classe média e o mercado de viagens: em uma hora de exposição, o palestrante Marcelo Neri, mostrou o novo momento do turismo brasileiro, com a ascensão da nova classe média, ou seja, mais de 36 milhões de pessoas emergiram das classe D e E, as mais baixas, para a classe C, mais mediana. Em cidades como Belém, na periferia, houve um incremento de pouco mais de 40% no número de pessoas nessa faixa de renda. Impressionante!? Em seguida, os debatedores Roland de Bonadona (diretor geral da Accor Hospitality para a América Latina), Pedro Janot (presidente da Azul Linhas Aéreas) e Eduardo Bernardes (diretor comercial da Gol Linhas Aéreas), explicitaram suas políticas para atingir este público;

2. Sabatina de Solange Vieira – Presidente da Anac: foi uma dos melhores momentos do evento, pois a presidente da Agência Nacional de Aviação Civil ficou de ante dos presidentes das principais companhias aéreas do Brasil: Líbado Barroso, da TAM; Pedro Janot, da Azul; José Caprioli, da TRIP; Constantino Junior, da Gol; José Efromovich, da Oceanair; e Julio Perotti, da Webjet. O debate foi acalorado sobre concorrência, infraestrutura aeroportuária e responsabilidades diante do eminente caos aéreo.

A presidente da ANAC foi bastante incisiva, pois dentro dois próximos meses, alguns aeroportos brasileiros, como Brasília, São Paulo (Guarulhos), Salvador e Fortaleza sofreram restrições operacionais em determinados horários, visando a melhoria da qualidade dos serviços prestados, devido a lotação nos terminais e falta de espaço físico nos aeroportos, ocasionando filas de espera e desconforto para os usuários.

2º Dia: Cliente e Consumidor
- Sem as questões políticas na pauta, os participantes puderam sentir de perto as perspectivas eminentes do turismo. Pela manhã, as tendências tecnológicas foram apresentadas pelo australiano Tony Surtees. O palestrante defendeu as tendências tecnológicas, das comunidades virtuais e da migração do mundo real para o mundo digital; argumentou que as empresas que estão fora do mercado virtual ou não percebem como isso pode afetar seus negócios tendem a perder clientes no médio e longo prazo, além de ter sua imagem prejudicada por consumidores insatisfeitos, como aconteceu no caso da companhia aérea norte-americana United;

- Ainda pela manhã, conhecemos toda a realidade de entretenimento que é o destino Flórida, nos Estados Unidos, e como a Visit Florida vem gerindo o destino e os planos para o mercado brasileiro;
- À tarde, um momento único, a discussão das responsabilidades entre os entes da oferta turística para com o consumidor. O foco foi a responsabilidade solidária entre os fornecedores que compõe um produto turístico quando ele é comprado conjuntamente. Discussões acaloradas tomaram conta dos palestrantes e dos participantes na plenária, em dado momento, o jornalista Willian Waack, o mediador do debate, teve que intervir para esfriar os ânimos;
- Para encerrar este evento único, Guilherme Paulus, entrevistado por Cristiane Pelágio, contou um pouco de sua história, do começo difícil em São Paulo até se tornar um das maiores operadoras de viagem do Brasil e América matina;
Postar um comentário