Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Amazonas ‘já está’ em Lisboa!

Amazonas ‘já está’ em Lisboa para atrair investidores e turistas
Presstur 10-09-2013 (15h49) O estado brasileiro do Amazonas, que está com forte expectativa de ser o próximo destino da TAP no Brasil, realiza já amanhã em Lisboa acções de promoção dos seus atractivos turísticos, bem como das oportunidades de investimento em outras actividades económicas, com especial enfoque no pólo industrial de Manaus.

“Nós também temos interesse no turismo, mas nós temos também 450 indústrias no pólo industrial de Manaus e ainda não temos nenhuma indústria portuguesa”, explicou João Carvalho Araújo, o chefe do Departamento de Promoção e Marketing da Amazonastur, durante a ABAV - Feira das Américas.
O administrador da TAP Luiz Mór confirmou que Manaus e Belém são as “próximas da fila” de destinos brasileiros para onde a TAP pretende voar (clique para ler: Administrador da TAP confirma que Manaus e Belém são as “próximas da fila” de destinos no Brasil) e João Carvalho Araújo confirmou que o potencial desse voo foi analisado numa reunião durante a ABAV com os responsáveis da companhia portuguesa presentes no evento.
“Fizemos apresentação, mostrámos o potencial económico e turístico do Estado, e no dia 11 [amanhã] estaremos em Portugal, fazendo essa promoção in loco para os investidores de lá”, indicou, referindo-se ao seminário de Oportunidades de Investimento no Amazonas, que decorre a partir das 9h00 com a presença do Governador Omar Aziz, e ao workshop “Amazonas Viva essa Experiência”, a partir das 18h00, para agentes de viagens e operadores turísticos portugueses.
João Carvalho Araújo destacou o forte interesse que o Amazonas tem na captação de investidores portugueses, tanto mais quanto actualmente tem ligações directas com os Estados Unidos, mas não com a Europa, e enfatizou que o Estado tem uma política de incentivos e beneficia de estar inserido numa zona franca que engloba também os estados da Rondônia, Acre, Roraima, Tocantins e Amapá.
Trata-se de uma região com mais de 15 milhões de habitantes, quatro milhões deles no Amazonas, de que a capital, Manaus, conta com 1,8 milhões.
“Nós temos um potencial para a Europa gigantesco”, frisa João Carvalho Araújo, que garante total confiança de que a concretizar-se os voos da TAP “será com certeza casa cheia”.
“O que a gente quer é que se comece o mais rápido possível”, frisou ainda o chefe do Departamento de Promoção e Marketing da Amazonastur, que explicou que actualmente para se ir ou vir da Europa tem que se ir “para São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e fazer uma escala de quatro, cinco, nove horas”.
E o mesmo se passa com o escoamento das suas exportações.
“O que acontece hoje é que nós fazemos o escoamento da produção do pólo industrial de Manaus pelos Estados Unidos. Até chegar na Europa encarece muito o produto. Se você tiver uma ligação mais rápida, mais perto e muito mais fácil, isso vai diminuir o frete e vai possibilitar um ganho no custo do serviço”, disse, até para destacar que “a capacidade de carga aérea pode ser um diferencial para a TAP”.
“E para isso a gente está investindo pesado na promoção do Amazonas”, prosseguiu o chefe do Departamento de Promoção e Marketing da Amazonastur, que destacou ainda o investimento em modernização do aeroporto de Manaus, que terá um novo terminal de passageiros, além de novas ‘mangas’.

Postar um comentário