Benvindo, Bienvenido, Welcome, Bienvenue, Wilkomen, 歓迎, приветствовать, الترحيب, 歡迎, Benvenuto, Καλώς ήρθες

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Cuidar da cidade, dever de todos!

Algumas empresas e orgãos públicos em Belém contribuem para que os espaços urbanos fiquem mais agradáveis, outras nem tanto. Em alguns pontos da cidade, a forma como algumas empresas e entidades cuidam de seus negócios podem refletir num ambiente visual urbano mais bonito ou deixá-lo ainda mais feio. Vejamos três exemplos:

Rede Celpa: recentemente, a concessionária de energia fez importantes investimentos na rede de energia da capital, diminuindo consideravelmente o número de interrupções no fornecimento de energia em diversos bairros de Belém, principalmente na perifeira da cidade, região mais carente. Contudo a empresa precisa melhor organizar a fiação elétrica que fica exposta. Na av. Augusto Montenegro, por onde passam dezenas de turistas mensalmente em direção ao distrito de Icoaraci, pode-se observar no perímetro de construção de um novo shopping um emaranhado de fios, com postes um do lado de outro, de diversos tamanhos, a poucos metros um dos outros. Um horror! Será que não existe uma melhor solução técnica: fios subterrânetos, agrupar os cabos em um único poste, etc. Do jeito que está, fica muito feito!

Companhia Docas do Pará: recentemente, a CDP - Companhia Docas do Pará, que administra o Porto de Belém, recuperou uma importante área do centro de Belém, nas proximidades da Praça Waldemar Henrique, onde funciona o almoxarifado. O prédio ficou muito bonito, mas a calçada do entorno está horrível, sem a minha possibilidade de um turista caminhar traquilamente por ali. Reformaram o prédio e, até agora, esqueceram a calçada.

Drograrias Big Ben: um bom exemplo, de como alguns detalhes podem contribuir para uma espaço urbano mais agradável. Na Praça Batista Campos, onde a rede de farmácias paraense Big Ben reformou um casarão histórico para abrigar uma de suas super farmácias, a mesma instalou um relógio com termômetro na calçada. Um detalhe decorativo e bastante funcional, virou quase uma atração, inclusive com pessoas batendo foto no local.
 Fotos: Fabio Romero
Postar um comentário